quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

ARAPAÇU-DE-CERRADO (Lepidocolaptes angustirostris)

NOME EM INGLÊS: NARROW-BILLED WOODCREEPER
ORDEM: PASSERIFORMES
FAMÍLIA: DENDROCOLAPTIDAE
Registro feito no Parque das Nações Indígenas em Campo Grande/MS
GEANCARLO MERIGHI


quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

UDU-DE-COROA-AZUL (Momotus momota)


NOME EM INGLÊS: AMAZONIAN MOTMOT

ORDEM: CORACIIFORMES

FAMÍLIA: MOMOTIDAE

Esta espécie é linda e fascinante de se observar, tanto pela sua beleza e também por algumas singularidades de sua anatomia. É uma ave de médio porte com uma coloração bem luminosa, em especial na coroa da cabeça que apresenta tons de azul que variam do claro ao mais escuro quase roxo. Em sua cauda, que é bem longa, sobressem-se duas penas em forma de raquete. Já avistei esta espécie em diversos locais de Mato Grosso do Sul, como Campo Grande, Jardim e Bonito, porém, o registro acima foi feito  na Estrada Parque Piraputanga - Mato Grosso do Sul.

GEANCARLO MERIGHI

sábado, 15 de dezembro de 2012

CHOCA-BARRADA - Thamnophilus doliatus (Barred Antshrike)


CHOCA-BARRADA - Nome em Inglês: Barred Antshrike - Nome Científico: Thamnophilus doliatus


Ave da Ordem Passeriforme da Família dos Tamnofilídeos (Thamnophilidae). Esta é uma família típica da América do Sul. O grupo inclui 190 espécies, classificadas em 43 gêneros e estão muito bem representados no Brasil, onde ocorrem 169 das espécies conhecidas, 47 das quais endêmicas. O grupo é muito variado e inclui aves como  choquinhas e formigueiros.

A Choca-barrada ocorre do México à Bolívia, Norte da Argentina, e no Brasil, na faixa central do País, desde o Paraná até Roraima e o Amapá. também conhecida por maria-cocá, chorró-cocá (em Minas Gerais) e gata-veia (no interior paulista), esta ave apresenta um canto melodioso de chamada, com uma sequência acelerada e depois descendente. 


O macho apresenta coloração negra todo barrado em tons de branco e cinza claro. O topete é inteiro negro. A fêmea apresenta coloração amarronzada e possui somente os lados da cabeça estriados. Apresenta um comprimento de 16 centímetros. É insetívoro alimentando-se de invertebrados.



A primeira imagem é de um macho e foi feita no Parque das Nações Indígenas em Campo Grande-MS. Ouvi seu canto e logo o percebi em um arbusto, fiz algumas imagens e ele se escondeu em uma grande moita de Boldo. A segunda imagem é de uma fêmea que fotografei em uma laranjeira em frente de uma residência no bairro Moreninha II também em Campo Grande.


"A Natureza é repleta de belezas que encantam as pessoas que nela prestam atenção!" 


©Geancarlo Merighi



Fontes das informações técnicas:

Sites:

http://pt.wikipedia.org (Acesso em  15/12/2012)
http://www.wikiaves.com.br (Acesso em 15/12/2012)

http://www.terradagente.com.br (Acesso em 15/12/2012)

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

ASA-BRANCA (Dendrocygna autumnalis)



NOME EM INGLÊS: BLACK-BELLIED WHISTLING-DUCK

ORDEM: ANSERIFORME

FAMÍLIA: ANATIDAE

Também conhecida como marreca-cabocla e marajoara, mede cerca de 48 cm, sua cara é cinzenta, bico e pés vermelhos, a barriga é preta e tem uma grande mancha branca na asa que é visível apenas quando ela está em voo e que dá origem ao seu nome comum. Alimenta-se de sementes e grãos, folhas, vermes, larvas, insetos e pequeno crustáceos. Registrei esta ave em Campo Grande-MS. 


GEANCARLO MERIGHI


quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

ARARA-VERMELHA-GRANDE (Ara chloropterus)


NOME EM INGLÊS: RED-AND-GREEN MACAW

ORDEM: PSITTACIFORMES

FAMÍLIA: PSITTACIDAE

Ave linda, de coloração majestosa! Facilmente observada em diversos locais de Mato Grosso do Sul e, em alguns locais, aparecem num determinado período do ano, como é o caso da Capital Campo Grande, onde de fevereiro a junho é possível avistá-las voando em pequenos bandos de aproximadamente nove indivíduos ou em casais. Registrei esta ave da postagem na RPPN Buraco das Araras em Jardim-MS, o local é uma dolina, onde esta espécie frequenta constantemente e também nidifica. É um lugar bastante especial para fazer imagens delas em pleno voo e em uma posição inusitada, pois há a possibilidade de fotografar o dorso da ave.

Ouça a vocalização desta ave:


GEANCARLO MERIGHI

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

ASA-DE-TELHA - Agelaioides badius (Bay-winged Cowbird)

ASA-DE-TELHA - Nome em Inglês: Bay-winged Cowbird - Nome Científico: Agelaioides badius


É uma espécie da Ordem Passeriforme pertencente a Família dos Icteridae (Icterídeos). Os Icterídeos é uma família composta por 87 espécies que estão presentes desde o Alasca até a Argentina. Habitam geralmente florestas e florestas abertas. Algumas espécies desta família são canoras¹ notáveis.

O Asa-de-telha mede entre 15 a 17 cm e não possui dimorfismo sexual². Sua cor predominante é marrom escuro, sendo as asas e a cauda mais escuras e as orlas das penas coberteiras marrom-avermelhado. Possui bico cônico, tarsos³ negros e uma mascara negra ao redor dos olhos.



Sua denominação mudou, anteriormente era “Molothrus badius”. Vive em grupos de até 20 aves e se adapta a locais semi-urbanizados, sendo comum ao redor das fazendas e nas praças de alguns povoados do interior.

Alimenta-se de grãos e frutas e, no Brasil, ocorre do nordeste à Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. 



(Clique aqui para ouvir o chamado desta ave)



¹ São aves que possuem um canto harmonioso.

² É considerado quando há ocorrência de indivíduos do sexo masculino e feminino de uma espécie com     características físicas não sexuais marcadamente diferentes. 

³ Região entre o joelho e os pés.


"A Natureza é repleta de belezas que encantam as pessoas que nela prestam atenção!" 


©Geancarlo Merighi



Fontes das informações técnicas:

Sites:

http://www.infopedia.pt (Acesso em 04/12/2012)
http://pt.wikipedia.org (Acesso em  04/12/2012)
http://www.wikiaves.com.br (Acesso em 04/12/2012)




segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

GAVIÃO-CABOCLO - Heterospizias meridionalis (Savanna Hawk)

GAVIÃO-CABOCLO - Nome em Inglês: Savanna Hawk - Nome Científico: Heterospizias meridionalis


É um gavião  da família dos acipitrídeos. Ocorre em todo o Brasil. A espécie mede cerca de 55 cm de comprimento, com plumagem ferrugínea, asas avermelhadas com pontas negras e cauda negra com faixa branca e ponta esbranquiçada. O gavião-caboclo, também conhecido pelos nomes de gavião-casaca-de-couro, gavião-telha (São Paulo), gavião-fumaça (Mato Grosso) e gavião-tinga (Pará).


Alimenta-se de várias presas, como pequenos mamíferos, aves, cobras, lagartos, rãs, sapos e grandes insetos. Na baixa das águas, apanha caranguejos.

Fiz o registro deste gavião na BR 060, no município de Sidrolândia/MS. Ele estava acima deste poste que fica na beira da estrada em meio a plantação de soja, que chega até a um metro do acostamento. Desta posição esta ave tem a visão de tudo que se move no chão e que, com certeza, será sua próxima alimentação.



(Clique aqui para ouvir o chamado desta ave)



"A Natureza é repleta de belezas que encantam as pessoas que nela prestam atenção!" 


©Geancarlo Merighi



Fontes das informações técnicas:
Sites:
http://pt.wikipedia.org (Acesso em  03/12/2012 às 19h)
http://www.wikiaves.com.br (Acesso em 03/12/2012 às 19h)



quarta-feira, 28 de novembro de 2012

MARTIM-PESCADOR-GRANDE - Megaceryle torquata (Ringed Kingfisher)

MARTIM-PESCADOR-GRANDE - Nome em Inglês: Ringed Kingfisher - Nome Científico: Megaceryle torquata


Ave da família Alcedinidae é uma espécie de martim-pescador natural da região do México até a chamada Terra do Fogo, no extremo sul da América. No Brasil é a maior espécie de martim-pescador.

Mede 42 centímetros pesando entre 305-341g. Bico grande com cerca de 8 cm, partes superiores azuladas, garganta e pescoço brancos; macho com peito e abdome ferrugíneos e a fêmea com peito azulado e uma estreita faixa branca logo abaixo e abdome ferrugíneo.

Também são conhecidas pelos nomes de ariramba-grandecaracaxácracaxámartim-cachá,martim-cachaçamartim-grande e matraca.



Alimenta-se de peixes e, dependendo das condições de dificuldades para pescá-los ou sua falta, podem alimentar-se também de insetos, pequenos répteis, sapos e caranguejos.

faz seu ninho em barrancos ou rochas e, durante o período de reprodução, vivem aos casais. O casal se reveza na execução de longas galerias tortuosas, de um a dois metros de comprimento onde são postos de dois a seis ovos, arredondados e de um branco puro, diretamente no substrato. O casal reveza-se a cada vinte e quatro horas na incubação. Em média os ovos eclodem em 22 dias. Os filhotes nascem nus e cegos e abandonam o ninho em 35 dias.

Fiz as fotografias desta postagem em Porto Murtinho/MS nas margens do Rio Paraguai que separa o território brasileiro (Mato Grosso do Sul) do paraguaio (Dep. de Alto Paraguai - região do chaco paraguaio). Já registrei também esta espécie em Campo Grande/MS (Capital do Estado) na área do Parque das Nações Indígenas.


(Clique aqui para ouvir o chamado desta ave)



"A Natureza é repleta de belezas que encantam as pessoas que nela prestam atenção!" 


©Geancarlo Merighi



Fontes das informações técnicas:
Sites:
http://pt.wikipedia.org (Acesso em 28/11/2012 às 14h)
http://www.wikiaves.com.br (Acesso em 28/11/2012 às 14h)



sábado, 24 de novembro de 2012

GARÇA-BRANCA-GRANDE - Ardea alba (Great Egret)

GARÇA-BRANCA-GRANDE - Nome em Inglês: Great Egret - Nome Científico: Ardea alba

Está é uma ave da Ordem Pelecaniformes da Família Ardeidae (Ardeídeos). Caracteriza-se pela plumagem completamente branca, pernas longas e pés pretos, pescoço longo, bico longo e amarelado e íris amarelada. Esta garça chega a medir 90 centímetros.



Sua alimentação é a base de peixes que caça aproximando-se com o corpo abaixado e o pescoço recolhido. Numa espécie de bote, estica o pescoço para dentro d’água e pinça o alimento com o bico.



Pode ser encontrada em todo território brasileiro, em especial, onde existe abundância de alimentos como rios, lagos, lagoas, dentre outros. É facilmente avistada em todo Mato Grosso do Sul, em especial, na região pantaneira devido à fartura de alimentos. 



A primeira, terceira e quarta fotos desta postagem foram feitas em Campo Grande (Capital do Estado), na área urbana no bairro Tiradentes (Lagoa Itatiaia). A segunda foi feita em uma lagoa na beira da estrada MS 384 que liga o município Porto Murtinho/MS ao município de Caracol/MS.

(Clique aqui para ouvir o chamado desta ave)



"A Natureza é repleta de belezas que encantam as pessoas que nela prestam atenção!" 


©Geancarlo Merighi



Fontes das informações técnicas:
Sites:
http://pt.wikipedia.org (Acesso em 24/11/2012 às 17h)
http://www.wikiaves.com.br (Acesso em 24/11/2012 às 17h)







sexta-feira, 23 de novembro de 2012

CARDEAL - Paroaria coronata (Red-crested Cardinal)

CARDEAL - Nome em Inglês: Red-crested Cardinal - Nome Científico: Paroaria coronata


O Cardeal, é uma ave da Ordem Passeriforme da Família Emberizidae (os emberizídeos são aves de pequeno a médio porte, com cerca de 10 a 25 cm de comprimento. Os machos são um pouco maiores que as fêmeas e, nas espécies onde o dimorfismo sexual está presente, têm cores mais brilhantes).

O Cardeal mede aproximados 18 cm, e possuem um topete grande e ereto na cor vermelho-encarnado, característica que lhes dá um de seus nomes populares como cardeal-de-topete-vermelho. É  também conhecido como cardeal-do-sul,  galo-de-campina, guiratirica e tié-guaçu-paroara.

Ocorre da Argentina até a BolíviaParaguaiUruguai e no Brasil, no estado do Rio Grande do Sul, a oeste do Mato Grosso, no Mato Grosso do Sul (principalmente nas região do pantanal e peri-pantaneira) e ainda nos Estados Unidos da América. Sua alimentação é a base de grãos.

(Clique aqui para ouvir o canto desta ave)

As imagens fotográficas desta postagem foram feita nas dependências do Hotel Saladero Cuê em Porto Murtinho-MS. Avistei também um casal na Pousada Princesa do Apa em Bela Vista-MS, porém, não fiz o registro fotográfico. Há registro no WikiAves de avistamento desta ave Parque das Nações Indígenas em Campo Grande-MS.


"A Natureza é repleta de belezas que encantam as pessoas que nela prestam atenção!" 


©Geancarlo Merighi



Fontes das informações técnicas:
Sites:
http://pt.wikipedia.org (Acesso em 23/11/2012 às 17h)
http://www.wikiaves.com.br (Acesso em 23/11/2012 às 17h)



domingo, 18 de novembro de 2012

SOCOZINHO (Butorides striata)



NOME EM INGLÊS: STRIATED HERON

ORDEM: PELECANIFORMES

FAMÍLIA: ARDEIDAE

Este registro foi feito no Parque das Nações Indígenas em Campo Grande-MS. O local é um parque urbano de lazer que contempla uma ampla área verde onde eu já registrei mais de 100 espécies de aves diferentes da avifauna do Cerrado e do Pantanal !!!!


GEANCARLO MERIGHI

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

QUIRIQUIRI - Falco sparverius (American Kestrel)


QUIRIQUIRI - Nome em Inglês: American Kestrel - Nome Científico: Falco sparverius


Esta é uma ave da Ordem Falconiforme da Família Falconidae (Falconideos), que inclui cerca de 60 espécies de aves de rapina, distribuídas em 10 gêneros. Os falconídeos distinguem-se das outras aves de rapina diurnas por matarem a presa com o bico e não com as garras. Para isso, possuem a ponta da parte superior do bico curvada. Conhecidos por Falcões na Idade Média, os falcões eram apreciados como animais de caça acessíveis apenas à elite.

Mede de 23 a 27 cm de comprimento e pesa de 85 a 140 gramas. O macho é cinza azulado no alto da cabeça e asa, enquanto as costas e a cauda são marrom avermelhado, finamente estriadas de negro. Uma larga faixa negra sub terminal na cauda e ponta branca. As partes inferiores são brancas, com pontos negros no peito e barrigas, mais densos nos lados do corpo. Possui um desenho de lágrima, negra, abaixo do olho; uma outra linha vertical no lado da cabeça e um ponto negro na nuca. A fêmea têm as costas e asas marrom avermelhada, com as estrias negras finas, sem o cinza azulado do dorso do macho ou a faixa negra subterminal na cauda. As partes inferiores são de tom marrom alaranjado claro, com riscos finos, verticais e negros, sem o padrão de pontos do macho. O desenho e cores da cabeça são iguais.

Recebe diversos nome, de acordo com a região do país e também conhecido como falcão-americano, falcão-quiriquiri, gavião-mirim, gavião-quiriquiri, gavião-rapina e gaviãozinho. Em inglês seu nome é American Kestrel. É uma das menores aves de rapina das Américas, distribui-se desde o norte do Alasca até a Terra do Fogo sendo encontrado em todo território brasileiro. Habitam áreas de campinas, cerrado, caatinga onde podem ser vistos com certa facilidade. Adaptado a algumas áreas povoadas onde muitas vezes usam edificações como ponto de nidificação. Vivem sozinhos ou em casais, principalmente na época de reprodução. 

Alimenta-se de lagartos e grandes insetos; ocasionalmente, apanha roedores, pequenas cobras e pequenas aves. A presa é capturada e morta no solo, sendo carregada depois para o poleiro. Têm como principais predadores outras aves de rapina maiores e também felinos.

Faz seu ninho em ocos de árvores, cavidades feitas por pica-paus, buracos em barrancos e até em cupinzeiros. A fêmea põe até 4 ovos que choca de 27 a 32 dias. Ocupa áreas semi-urbanizadas, margens de estradas e ambientes abertos, produzidos pela atividade humana. Nas áreas naturais, está na região de campos e de cerrados, evitando as matas, cerradões e formações de vegetação adensada. É muito ativo durante todo o dia, principalmente durante o período de reprodução.

(Clique aqui para ouvir o chamado desta ave)


Esta ave foi avistada na área urbana de Campo Grande - Capital do Estado de Mato Grosso do Sul - Brasil.


"A Natureza é repleta de belezas que encantam as pessoas que nela prestam atenção!" 


©Geancarlo Merighi



Fontes das informações técnicas:
Sites:
http://pt.wikipedia.org (Acesso em 15/11/2012 às 15h)
http://www.wikiaves.com.br (Acesso em 15/11/2012 às 15h)
http://www.avesderapinabrasil.com/falco_sparverius.htm  (Acesso em 15/11/2012 às 15h)
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/quiriquiri/  (Acesso em 15/11/2012 às 15h)
http://www.flickr.com/photos/flaviocb/sets/72157603859293327/  (Acesso em 15/11/2012 às 15h)